quarta-feira, 4 de abril de 2012

Vitor Paulo defende debate sobre diplomas emitidos no exterior


O deputado Vitor Paulo (PRB/RJ) defendeu a realização de um debate com o objetivo de discutir a metodologia empregada para a avaliação/reconhecimento de diploma obtido em Universidade estrangeira e, em especial, dos diplomas de medicina.

O texto de autoria do deputado Francisco Praciano (PT/AM) foi aprovado, por unanimidade, nesta quarta-feira (04/04) pelos membros da CREDN. Serão convidados para participar da discussão representantes do Ministério da Educação, Ministério da Saúde e do Ministério das Relações Exteriores. Além disso, serão analisados os resultados alcançados pelo Sistema de Acreditação Regional de Cursos Universitários (Sistema ARCU-SUL).

Vitor Paulo destaca que vários universitários de nacionalidade brasileira que estudam na Escola Latina Americana de Medicina enfrentam grandes dificuldades para obter o reconhecimento do diploma. “Esses jovens quando voltam ao Brasil precisam dedicar alguns semestres a mais em seus estudos para obter o reconhecimento de sua profissão”, afirma.

Regulamentação
A revalidação de diploma de graduação expedido por instituições de ensino superior estrangeiras é regulamentada pela Resolução CNE/CES nº 01/2002. A regularização é feita pelas universidades públicas, que ministrem curso de graduação reconhecido na mesma área de conhecimento ou em área afim. Caso haja dúvida quanto à similaridade do curso, a instituição pode solicitar a realização de exames e provas, com o objetivo de caracterizar a equivalência.

Gabinete do Dep. Vitor Paulo - Brasília.
Foto: Diogo Xavier

Nenhum comentário:

Postar um comentário